Pular para o conteúdo

Me formei em nutrição, e agora?

Após terminar a graduação em nutrição é muito comum o medo do mercado de trabalho principalmente em cursos da área da saúde. 

Isso acontece devido a pouca experiência na área ou o medo de errar e suas consequências.

Para você não se sentir completamente perdido ou achando que tem essa sensação sozinho,separamos algumas dicas para facilitar o processo e ter autoconfiança dentro do mercado de trabalho. 

Primeiros passos após a graduação em nutrição

nutrição

O nutricionista tem a possibilidade de trabalhar com diversas áreas na nutrição, desde atender em consultório, em hospital ou até mesmo no controle de qualidade da cozinha de um restaurante. 

Na maioria das vezes, quando você pensa em se candidatar a essas vagas, encontra a exigência de precisar de experiência na área ou ter algum tipo de especialização, o que ao sair da faculdade, não é comum ter!

É válido reforçar que no início você não precisa se cobrar tanto, afinal, na graduação eles não ensinam os passos que precisamos ter para conquistar um espaço no mercado de trabalho.

Neste post nós do n2b.academy vamos te ajudar a entender os primeiros passos que você precisa tomar ao concluir a graduação.

Comece atendendo pessoas conhecidas e aplicando o básico da nutrição 

Você pode começar atendendo seu pai, sua mãe, tios, avós, primos, amigos e a família dos amigos. 

Mesmo que você não tenha nenhum retorno financeiro sobre essas consultas, atender pessoas conhecidas faz com que conquiste segurança no atendimento e passe o que sabe de maneira mais clara e simples, sem medo.

Durante a faculdade e os estágios é comum ter poucas aulas práticas para desenvolver as técnicas de medidas antropométricas, o que pode gerar insegurança durante a consulta. 

Quando se inicia atendendo pessoas conhecidas, ao realizar as medidas sem ajuda de algum professor ou orientador, você não vai sentir medo ou insegurança caso erre pois estará fazendo em pessoas de sua confiança.

Ter precisão nas medidas é muito importante para não errar no diagnóstico nutricional e na composição corporal do seu paciente, sendo assim, treine. 

Invista em um adipômetro e em uma fita métrica boa, isso traz segurança e é necessário no atendimento nutricional. 

São ferramentas de trabalho que funcionam bem, acessíveis e não é necessário um grandíssimo investimento. 

Não se compare: tem espaço dentro da nutrição!

Podem existir pessoas que se formaram junto com você e já estão atendendo diversos pacientes e tudo bem. Cada pessoa tem um ritmo diferente e o que importa é focar no seu crescimento profissional.

Ao ficar se comparando pode gerar ansiedade e mais medo ao invés de incentivar, além de criar uma competição desnecessária entre profissionais. 

Troque experiências. Buscar ajuda ou inspiração auxilia a criar um networking e ter bons relacionamentos com outros profissionais.

O networking é muito importante para expandir a rede de contatos, onde em algum momento, se alcance algum benefício. 

Seja uma indicação para vaga de emprego ou mesmo a construção de uma parceria onde ambos se beneficiem.

Preciso fazer uma pós graduação para começar a atender? 

Se você quer fazer pós-graduação acreditando que por conta dela vai se destacar no mercado de trabalho lembre-se de quantas outras pessoas estão fazendo a mesma pós.

Ela é importante caso você já tenha certeza de qual caminho dentro da nutrição quer seguir, quando já existe uma experiência, fora isso, é válido esperar antes de dar início logo após a graduação.

A graduação por si só, traz muitos conhecimentos sobre alimentação e nutrição. Sabe aquela frase “básico funciona”? Ela se encaixa.

Na faculdade se aprende todo o funcionamento do corpo, desde a parte bioquímica, fisiológica e metabólica.  

Esses conhecimentos por si só te prepara para atender pessoas que querem se alimentar de uma jeito mais saudável, que buscam emagrecimento ou hipertrofia.

Até porque para uma alimentação mais saudável, é necessário retirar os alimentos ricos em açúcares e gorduras e investir em frutas, legumes, vegetais e grãos integrais, o que já torna a alimentação qualitativamente melhor. 

Você como profissional da nutrição, além de trazer a qualidade nutricional, irá trazer a quantidade ideal para cada indivíduo.

A pós-graduação, serve para trazer conhecimentos mais específicos e te especializar em determinado assunto, por isso, escolha quando tiver certeza do que gosta.

Mude a maneira de se posicionar nas redes sociais

A primeira coisa que o recém formado costuma fazer é criar uma conta profissional nas redes sociais – principalmente Instagram – e começar a fazer posts sobre alimentação para captar clientes.

Nem sempre isso acontece, já que ao abrir um novo Instagram se tem um baixo engajamento.

Além disso, vale reforçar o tempo gasto ao criar posts bem planejados. É necessário templates e você posicionar sua marca, então, fique atento aos detalhes mas foque no seu crescimento e renda.  

Procure maneiras de divulgar seu trabalho além das redes sociais, converse na academia e se divulgue no boca a boca também.

Esse tempo que você dedica aos posts não é tempo perdido, mas você pode rentabilizar com eles também: com vendas de material nutricional (como palestras por exemplo) ou até mesmo montando um e-book exclusivo para os seus pacientes.

Me formei, para atender preciso alugar um consultório?

Com a pandemia, o CRN liberou a possibilidade de realizar atendimentos de forma online, o que facilitou a assistência nutricional quando todo mundo estava em casa.

Mesmo agora com a chegada da vacina e o número de casos de COVID reduzido você pode realizar a tele consulta, desse jeito, você pode aproveitar essa oportunidade e não ter custos com aluguel.

Outra possibilidade para fazer atendimentos, é que mesmo que não exista a possibilidade de fazer os atendimentos online, você também pode atender como personal diet.

O personal diet e o atendimento nutricional domiciliar e personalizado, onde o profissional nutricionista avalia, orienta e ensina o cliente e/ou sua família a fazer a orientação da alimentação de forma personalizada.

Ou seja, você pode ir até a casa do paciente e fazer todo atendimento em rela. Desde de medidas antropométricas como até ajudar na organização das compras e do armazenamento de alimentos.

Faça cursos com certificados e ganhe mais experiência

nutrição e empreendedorismo

Fazer cursos rápidos sobre assuntos específicos que você ainda tem dúvida é uma boa forma de se sentir mais seguro para perder o medo de iniciar a carreira. 

Uma dica para quem está começando é o nosso Workshop: Nutrição e Empreendedorismo criado justamente para ajudar de forma fácil, acessível e inteligente como se colocar no mercado de trabalho.

Nele você vai aprender possibilidades diferentes de como trabalhar em nutrição.

LinkedIn
Pinterest
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.